quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

CLÁSSICO #3: Blind Guardian - Nightfall In Middle-Earth



 Comecei a ler "O Silmarillion" essa semana, do grande mestre da fantasia J.R.R. Tolkien, e como estou empolgado o "Trilha Sonora..." vai ser sobre Blind Guardian, banda que em 80% de suas músicas usam as obras de Tolkien como inspirações criar o seu Heavy Metal grandioso, e falar do melhor disco deles o fantástico "Nightfall In Middle-Earth", totalmente baseado na obra tolkeniana.

Thomen Stauch, André Olbrich, Hansi Kürsch, Marcus Siepen 


O BG é uma banda de heavy metal formada em meados da década de 1980 em Krefeld, na Alemanha. Antes de adotarem o nome Blind Guardian, os músicos da formação original lançaram duas demos com o nome Lucifer's Heritage, em 1985 e 1986. Os membros da banda são:  o grande e fodástico Hansi Kürsch como vocalista, André Olbrich e Marcus Siepen são os guitarristas e na bateria Frederik Ehmke.

Em 1998, ainda com o batera Thomen Stauch, que fazia parte da formação clássica do BG, lançam o aclamado "Nightfall...", como já dito, inspirado em "O Silmarillion" o disco compôe 22 faixas que contam sobre a Guerra das Jóias (as Silmarils) e de Morgoth, primeiro senhor negro de Arda..

Musicalmente falando esse disco mostra o verdadeiro som que a banda sempre buscoi, orquestrações, refrões poderosos, instrumental bem técnico, solos memoráveis, e corais em pompa. Pra mim o maior destaque do disco, é o vocalista Hansi Kürschi, que até então também era o baixista da banda, que finalmente deixou o posto para se dedicar exclusivamente aos vocais da banda. O cara realmente não tem cordas vocais, tem uma orquestra completa. o solos inspiradíssimos de André Olbrich é uma jóia a parte, com destaque total na música "The Course Of Fëanor" e pros vocais de Hansi Kürsch.  Desse disco sai as músicas mais clássicas do BG, como a explosiva "Into The Storm", "Nightfall", que sintetiza a idéia do álbum do Blind Guardian, há uma mudança tanto nos instrumentais quanto na narrativa. A power "Mirror Mirror" além de ter passagens pesadas combinadas com um refrão que gruda na cabeça. A bateria de Thomen em "Time Stands Still (at the Iron Hill)" é o caminho traçado para umas das melhores músicas do disco. Enjoy!


1. War of Wrath
2. Into the Storm
3. Lammoth
4. Nightfall
5. The Minstrel 
6. The Curse of Fëanor
7. Captured
8. Blood Tears
9. Mirror Mirror
10. Face the Truth 
11. Noldor (Dead Winter Reigns)
12. Battle of Sudden Flame
13. Time Stands Still (At the Iron Hill)
14. The Dark Elf
15. Thorn
16. The Eldar
17. Nom the Wise
18. When Sorrow Sang
19. Out on the Water
20. The Steadfast
21. A Dark Passage
22. Final Chapter (Thus Ends...)

Referencias ao livro "O Silmarillion", de J.R.R. Tolkien

* "War of Wrath", fala sobre o conselho de Sauron a seu mestre Morgoth de fugir dos triunfantes Valar na Guerra da Ira. Morgoth envia-o para longe e reflete sobre os acontecimentos que levaram à sua derrota.
* "Into The Storm", fala sobre Morgoth e Ungoliant, que fogem de Valinor depois de terem destruído as Duas Árvores e sua luta pela posse das Silmarils.
* "Lammoth", é o grito de Morgoth com os qual ele foge de Ungoliant.
* Em "Nightfall", Fëanor e seus sete filhos lamentam a destruição forjada por Morgoth e juram vingança para chegar a ele, apesar da proibição dos Valar.
* "The Ministrel" é sobre Maglor, filho de Fëanor.
* Em "The Curse of Fëanor", Fëanor exprime a sua indignação e raiva e admite que cometeu erros, especialmente o Fratícido, na perseguição de Morgoth.
* Em "Captured", aborda o cativeiro de Maedhros filho de Fëanor por Morgoth, em Thangorodrim.
* Em "Blood Tears", Maedhros relaciona os horrores do seu cativeiro e seu salvamento por Fingon.
* "Mirror Mirror" conta como Turgon, tendo em conta a inevitável derrota, constrói a cidade de Gondolin, auxiliado por Ulmo.
* "Face the Truth" fala sobre Fingolfin e o destinto dos Noldor.
* "Noldor (Dead Winter Reigns)" fala sobre Fingolfin na gélida passagem de Helcaraxë, reflete sobre o seu próprio povo e da sua culpa e prefigura a sua derrota final.
* "Battle of Sudden Flame" fala sobre a batalha em que Morgoth rompe o cerco de Angband usando seus Balrogs e dragões.
* "Time Stands Still (At the Iron Hill)" Fala sobre o épico confronto entre Fingolfin, rei supremo dos Noldor, e Morgoth, senhor do escuro, as portas de Angband. Fingolfin o fere sete vezes, porém sucumbe ao seu extremo poder.
* "The Dark Elf" A Eöl que seduziu a irmã de Turgon a qual deu à luz Maeglin, que acabaria por trair Gondolin.
* Em "Thorn", Maeglin reflete sobre a sua situação e decidi trair Gondolin ajudando Morgoth.
* "The Eldar" é a despedida do rei élfico Finrod ao seu povo, morrendo de ferimentos recebidos para salvar seu amigo Beren de um lobisomem Carcharoth.
* Em "Nom the Wise" Beren chora por seu amigo Finrod. Nóm significa "sábio" e era o nome dado a ele pelo antepassado de Beren, Beör.
* Em "When Sorrow Sang" Beren canta sobre o seu amor à princesa élfica Lúthien em sua morte nos dentes do lobo Carcharoth de Morgoth.
* "Out of the Water" Fala sobre último local de habitação-Beren e Lúthien.
* Em "The Steadfast", Morgoth amaldiçoa seu cativo Húrin que se recusou a revelar o segredo de Gondolin.
* "The Dark Passage" Morgoth pondera o seu quinto triunfo em batalha. A canção também relaciona as origens da carnais dos homens e Morgoth a Húrin na maldição de ser testemunha do trágico destino de seu filho.
* "Final Chapter(...)" conclui Assim termina o álbum, fala da vitória de Morgoth, mas também da esperança de um novo dia.
* A arte de capa do álbum apresenta Lúthien dançando perante de Morgoth, a partir da História de Beren e Luthien.



Reações:

1 comentários:

Lyra Wood disse...

de chorar T.T
chega a dar arrepiu... não posso nem ver huhuuh