terça-feira, 21 de setembro de 2010

Disco da Semana #14: Oficina G3 - "Depois Da Guerra"



Estamos em guerra! Sempre estamos, não importa se é com o mundo ou com nós mesmos. Estamos em guerra contra nossos erros, nossas fraquezas, contra ideais impostos por uma sociedade deturpada e sem valores. Uma sociedade sem direção, que se destrói com suas atitudes. É com essa temática que a banda Oficina G3 segue com o disco "Depois Da Guerra".

Sobre o título Jean Carllos explica: “Parece que nós passamos por uma guerra. Esse CD então surgiu sendo um marco de tudo aquilo que já vivemos para o que vamos viver. O nome tem muito a ver com o contexto de hoje”. A capa reflete bem o tema: ruínas de uma cidade, com pétalas caindo do céu e uma rosa com folhas nascendo em meio à destruição. “A capa retrata aquilo que a gente acredita, que vivemos. As lutas, a batalha, sim, mas a alegria chegando com o amanhecer”, completa Jean.

Acompanho essa banda de muito tempo atrás, tantas reformulações, tantas direções musicais impostas pelo tempo, músicos de altíssimo nível eu digo: é uma das bandas que mais evoluiu musicalmente e liricamente que eu conheço. E com "DDG" a evolução chega no começo do ápice técnico da banda, pois ainda tem muito gás para dar. Dois pontos que deram certo: Mauro Henrique como vocal da banda criou-se mais dinamismo nas músicas, seja pela sua interpretação, seja pelo seu vocal poderoso. E o instrumental que de começo era um rock bem básico hoje se transformou num heavy metal progressivo com muitos toques de Dream Theater.

"Meus Próprios Meios" começa com um riff cavalgado de baixo e guitarra explodindo num instrumental pesado nunca até então escutado na banda, nem até mesmo no disco "Humanos" onde o peso começou a ser explorado. Vocais gritados do tecladista Jean Carllos acompanham os de Mauro Henrique e de Juninho Afram que volta a se concentrar mais na guitarra. Aos 03:36 a banda investe numa onda de notas intricadas com direito a solo de baixo, teclado e guitarra um atrás do outro. "Eu Sou" é mais quebrada, feita pra bangear e pular. "Meus Passos" é a a faixa mais Dream Theater com a bateria de Alexandre Aposan comendo tudo a sua volta! Aliás porque ainda não efetivaram esse cara na banda que desde 2006 gravou o últimos discos e sai em turnê com ela? Vai entender...

Também temos as baladas "Continuar", "Tua Mão", "A Ele"e "Incondicional" todas excelentes pra não deixar aquele Oficina G3 clássico ser apagado pela nova roupagem da banda. "Muros" e "Depois da Guerra" são as melhores do albúm onde flertam mais com um heavy metal clássico, com muitas guitarras dobradas, pedal duplos e refrões empolgantes. "Better" e "Uncoditional" comprovam que se a banda investir em gravar um futuro disco em inglês irá agregar fãs internacionais e expalhar ainda mais a palavra de Deus pelo mundo! Enjoy!


   1. D.A.G.
   2. Meus próprios meios
   3. Eu sou
   4. Meus passos
   5. Continuar
   6. De joelhos
   7. Tua mão
   8. Muros
   9. Depois da Guerra (D.D.G.)
  10. A Ele
  11. Incondicional
  12. Obediência
  13. Better
  14. People Get Ready

  15. Unconditional

FACEBOOK
SITE OFICIAL 

Reações:

0 comentários: