segunda-feira, 13 de junho de 2011

Disco da Semana #21: TRIVIUM - "Shogun"


Não agüentei esperar para comentar um disco tão excepcional como este e de uma das minhas bandas favoritas: Trivium! Já fiz um post comentando o 2º disco “Ascendancy” há um bom tempo (clique aqui pra ler) e fiquei na dúvida entre ele o “Shogun” como primeiro post sobre Trivium nesse blog. E como o blog é meu, vem aí mais um repeteco.

 “Shogun” foi lançado oficialmente em setembro de 2008. Na época eu nem escutava Trivium. Eu estava mais na onda de bandas como Shadows Fall e por aí vai. Eis que aparece pra baixar o novo single da banda “Kirisute Gomen”. A capa do single é foda pra caramba. É um desenho bem no traço japonês (nada de manga ok?) de meio que um demônio decapitando um samurai.

A música começa com um violão tocando um teminha bem simples que explode numa introdução de bateria com uma pegada bem tribal, lembrando bem de leve Taikô (um instrumento de percussão japonês). Esqueçam aquela pegada veloz e gritada de Ascendancy. Aqui temos uma banda construindo seu próprio estilo sem seguir regras. Saímos daquele “metalcore” e vemos realmente de Heavy Metal. Tem sim seus elementos como os vocais gritados de Matthew, guitarras rápidas, só que mais trabalhadas e mais técnicas sem calcar muito na velocidade e sim em construir melodias que estejam inseridas num contexto mais amplo do metal.

E como o vocal de Matt evoluiu, alternando entre uma voz mais limpa e agressiva, ora gritando seus guturais á exaustão. “Torn Between Scylla and Charybdis” segue o mesmo clima de “Kirisute...” só que levado num lado mais técnico com direito á um belo refrão melódico e um solo de baixo de Paolo.

"Down From The Sky" tem aquele quê de Metallica com um refrão bem marcante. "Into the Mouth of Hell We March" é o ponto alto do disco pra mim, muitos riffs e melodias inspiradas numa música totalmente melódica e de sair cantando o refrão direto. "Insurrection" chega pra agradar aos fãs da fase "Ascendancy". Veloz até o talo, com riffs bastante interessantes e um vocal gutural inspiradíssimo de Matt principalmente na parte em que canta: "ascend to the heavens to destroy them all...", é de arrepiar.

"Of Prometheus and the Crucifix" é a mais alegrinha do disco, com refrão e solos muito legais. "Like Callisto To A Star In Heaven" é mais técnica do disco com bastante variações rítmicas. "Shogun" com seus 12 minutos de duração inicia-se com o tema de introdução de "Kirisute Gomen" para fechar magistralmente esse disco épico. É a mais canstiva de se escutar, mas vale muito a conferida. Enjoy!


01. Kirisute Gomen
02. Torn Between Scylla And Charybdis
03. Down From The Sky
04. Insurrection

05. Into The Mouth Of Hell We March
06. Throes Of Perdition

07. He Who Spawned the Furies
08. Of Prometheus And The Crucifix
09. The Calamity
10. Like Callisto To A Star In Heaven
11. Shogun

Formação no Shogun:

    Matt Heafy - vocais e guitarra
    Corey Beaulieu - guitarra
    Paolo Gregoletto - baixo
    Travis Smith - bateria

SITE OFICIAL
FACEBOOK

exaustitando seus guturais  voz mais limpa e agressivato mais amplo.is gritados de Matthew, guitarras r

Reações:

0 comentários: